quarta-feira, 11 de abril de 2018

LIVROS ADAPTADOS #1: Jogador nº. 1



Oi gente! Presta atenção!

Trazendo um conteúdo novo para vocês, vamos trazer para o blog com maiores detalhes livros que foram adaptados, seja para o cinema, série ou mesmo teatro.

Pegando a vibe atual, vamos começar com: READY PLAYER ONE



Primeiro livro escrito pelo romancista americano Ernest Cline. 

Lançado originalmente em 16 de agosto de 2011 pela editora Random House, a história se passa no ano de 2044, onde o mundo passa por uma grande crise energética, destruição e pobreza são os cenários mais comuns. A única escapatória é o OASIS, uma realidade virtual onde a maioria das pessoas passa grande parte do seu tempo. No OASIS as pessoas estudam, trabalham, jogam e interagem umas com as outras, assim elas economizam combustível (recurso escasso), evitam ficar muito tempo em contato com a poluição e tem mais acesso a cultura e informações.

O OASIS  funciona tanto como um MMORPG (Massively ou Massive Multiplayer Online Role-Playing Game ou Multi massive online Role-Playing Game ou jogo de interpretação de personagens online e em massa para multijogadores) e como sociedade virtual, para fugir de sua realidade. 

O protagonista é Wade Watts, um órfão pobre das "pilhas" que circunda a metrópole de Oklahoma. No OASIS Wade é conhecido como Parzival, fazendo uma referencia ao famoso cavaleiro do rei Arthur que dedicou sua vida em busca do Graal, já que Wade dedica sua vida na busca do easter egg de Halliday.

Como outros usuários, Wade sonha em descobrir um Easter Egg escondido pelo criador do OASIS dentro de um dos milhares de mundos virtuais do game.

No entanto, o jogo ganha novas possibilidades após a morte de seu criador que arma uma caça ao tesouro, dentro do game, colocando como prêmio toda sua fortuna. 

SOBRE O AUTOR


ERNEST CLINE já trabalhou como cozinheiro, peixeiro, atendente de locadoras de vídeo elitista e auxiliar de suporte técnico. Mas sua principal ocupação sempre foi ser nerd, e ele acabou deixando de lado essas promissoras carreiras para expressar em tempo integral o amor pela cultura pop, trabalhando como versista e roteirista. Para sua surpresa, o filme Fanboys, baseado em um de seus roteiros, tornou-se um fenômeno cult. Atualmente, Ernie vive em Austin, no Texas, com sua esposa, sua filha e uma grande coleção de clássicos de videogame. 











RECEPÇÃO DO LIVRO


No Brasil, o livro foi lançado pela editora Leya em Março de 2012, recebendo criticas diversas. Pelo site Omelete, o livro, na época, não foi recebido com grandes empolgações, diferente do filme.

Em 18/04/2012, o blog Game e Críticas, cita que a história "não se desenrola de uma forma muito surpreendente e em alguns momentos a certo exagero nas referências, faltando até mesmo um glossário ou notas de rodapé explicando algumas coisas", chegando a um "final óbvio, manjadíssimio e totalmente clichê".

Já o blog De Tudo um Pouquinho, em 20/02/2013, o classificou como a obra mais geek dos últimos tempos.

Deixo aqui, também, o vídeo feito pela Carol Moreira sobre bastidores.



O FILME

Diferente do livro, o filme Jogador nº 1, dirigido pelo Steven Spielberg, vem recebendo diversas críticas positivas e empolgantes, inclusive do próprio site Omelete, mas principalmente pelas referências (novas e antigas) e pela direção do Steven Spielberg.



Também compartilho a "critica" do site Jovem Nerd.


O livro está à venda nas principais livrarias, inclusive na AMAZON, na versão física e eBook. O filme está em cartaz em diversos cinemas.


Boa leitura!

Lambidas para vocês!🐾



15 comentários:

  1. Olá, me pareceu interessante, em especial o segundo, todos têm uma cara meio "gamer" também.
    Emerson Lemes.

    ResponderExcluir
  2. Vi o trailer e me pareceu um filme irado, cheio de tecnologia e tals. Espero que seja empolgante mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Eu já escrevi a respeito do filme. Eu concordo muito com a galera do JN: é um filme para se divertir e caçar easter eggs. De fato, é isso. Gostei de ver várias opiniões. <3

    ResponderExcluir
  4. Esse não é bem o tipo de filme que gosto de assistir, mas gostei de ver as opiniões do pessoal sobre ele.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo mote interessantíssimo que escolheu! Adoraria ler mais sobre obras adaptadas, especialmente para o teatro. É sempre um grande desafio adaptar um livro para outro veículo. Sobre o gênero desse filme, não é muito bem o que curto. Gosto de dramas verdadeiros ou comédias de costume.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adaptar é saber que nunca vai agradar todo mundo.

      Excluir
  6. Olá.
    Já tinha visto muitos comentários ótimos sobre o livro, depois vi que sairia o filme e fiquei com mais vontade de ler. O trailer é bem atrativo e nos deixa bem ansiosos, né? Só por ele já dá para pegar várias referências.
    Adorei o post.

    ResponderExcluir
  7. Histórias futuristas não estão entre as minhas preferências, mas reconheço suas qualidades. Tenho visto muita gente falar bem desse filme, principalmente por causa dos efeitos especiais.

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Eu tenho Jogador Nº 1 no formato digital, no kindle e sempre tive muita vontade de ler, mas no momento não posso por causa da fila das leituras, mas, com certeza, será um boa leitura. Eu já tinha ouvido muito falar do livro e agora, falar bastante também da adaptação. Parece ser um daqueles filmes que marcam gerações, não é? Está anotadíssimo! Obrigada por partilhar um pouco dessa história!
    Grande abraço,
    Drica.

    ResponderExcluir
  9. Oi
    não sou muito fã de filmes como esse,mais de pois de ver o trailer fiquei com vontade de assistir quem sabe eu acabe gostando né,vou mostra para meu filho ele que adora filme assistir mais que eu.

    ResponderExcluir
  10. NOssa,
    q levantamento,ehn? Poxa, confesso que já tinha visto a maioria (sigo o Omelet e a Karol), mas é sempre bom ver coisa nova.
    Agora, o melhor é ser um Spilberg...
    Aaaaaah,q saudades estava dele.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Poxa, eu via esse livro mas nunca pensei que se tratava de realidade virtual.. (tinha pra mim que era sobre futebol hahah) Achei bem interessante a premissa, me lembrou um pouco um anime que assisti "Sword art Online" e lembro de ter gostado bastante.. Vou procurar o filme depois para assistir e o livro tambem, agora que sei do que se trata hahah.. Obrigada pela dica!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  12. Fiquei empolgado para ver o filme, afinal a realidade virtual está cada vez mais perto de ser uma realidade física constante :)
    Triptofano

    ResponderExcluir
  13. Não tive a menor vontade de ler o livro, pelas resenha que li bem chato. O filme é ok.

    ResponderExcluir
  14. Oii. Tudo bem?
    Ultimamente é muito adaptação de livros para i cinema. Muita mesmo! Eu conheço o filme e o livro 1, mas não assisti nem li. Os dois tem uma pegada bem game e eu não curto muito.

    Di, Vida & Letras
    www.vidaeletras.com.br

    ResponderExcluir