quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

RESENHA: Não Sei Se Te Amo

Oi gente! Presta atenção!

Sim, li um livro de romance! Eu gostei? SIM!!!!! Vamos ver como foi minha experiência?


AMOR ALÉM DA AMIZADE E DO PRAZER! 

Ninna é uma garota normal, como eu e como você. Já passou dos vinte e poucos, e sofreu inúmeras decepções amorosas que a deixaram sem acreditar em muita coisa. Por medo de sofrer evita se envolver, mas a vida acaba fugindo do seu controle e quando menos percebe já esta perdida de amores por seu amigo Sebastian. Será possível gostar sem sofrer? 

Ela já não acredita nisso e tentará fugir desse sentimento... mesmo que acabe sofrendo por isso também. Sebastian conseguirá convencê-la que com amor tudo tem solução? 

Um romance que vai encantar você, seguindo a linha New Adult, Não sei se Te Amo contém amor, sexo, desventuras e uma trilha sonora que promete inspirar corações partidos ou não.

Está é a premissa do e-book Não Sei Se Te Amo dá autora gaúcha Ju Lund (trilegal!)

Após o sucesso de E.L James, autora do livro Cinquenta Tons de Cinza, por exemplo, fez emergir um grupo de leitores que se mantinha oculto, aqueles do agora chamado Momy Porn, cuja literatura erótica mais discreta atende o interesse desse grupo de mulheres.

Surge então o New Adult, categoria que visa um público de jovens adultos, ou seja, pessoas que estão na transição adolescência para adulto. É claro que o gênero não se limita a este público, podendo agradar os mais adultos.

Na verdade o tema New Adult é voltado para a descoberta. As personagens estão se descobrindo, assim como os seus leitores. A autodescoberta pode se dar até mesmo aos 40 anos.

No livro, somos apresentados a personagem Ninna, onde a vemos, a princípio, em várias fases de sua vida, visando demonstrar as suas decepções amorosas e quais as consequenciais para a sua vida adulta.

Ninna é uma menina comum e, como todo jovem, demonstra estar perdida com o seu presente e futuro, sem saber ao certo qual o seu futuro profissional, mas principalmente perdida quanto a sua vida amorosa.

Blindada pelas decepções e sofrimentos amorosos, Ninna faz um pacto com ela mesma: NUNCA SE APAIXONAR. Pegação sim, mas fixar jamais.

Para uma pessoa de 30 anos, Ninna pode ser vista como uma adolescente fútil, pois chega a cair em depressão por causa de uma decepção amorosa. Quem nunca sofreu por amor? A gente supera!

Contudo, a vida não é igual para todos, alguns sofrem mais que outros para superar os seus problemas, assim como os encaram de forma diferente.

Decepções da vida servem para nos deixar calejados, nos tornando mais fortes. Contudo, isso não acontece com todos, pois ninguém gosta de sofrer e automaticamente nos defendemos, criando anticorpos para espantar qualquer ameaça.

Ninna levou isso ao estremo, chegando a deixar o leitor com raiva, rsrsrs.

Então, acredito que a autora atingiu o seu objetivo, pois você acaba mergulhando na história, que melhora a cada página. É um 3D literário.

A história não é longa, a linguagem é contemporânea e a autora foca na historia e interação das personagens, não se prendendo a detalhar cada espaço ou cenário, o que torna a história fluida. 

Ao mesmo tempo que a autora demonstra uma personagem adolescente e sentimos isso, também somos apresentados a mesma personagem, mas agora na fase adulta, cuja perspectiva muda, assim como as suas experiências.

Atenção: temos cenas picantes e bem detalhadas, rsrsrs.

Devo dizer que é legal ler os best sellers, mas eu também gosto da simplicidade e é fascinante descobrir boas histórias em lugares nunca imaginados.

A única critica mais latente é quanto a revisão do texto e formatação, me incomodou algumas alterações de corto do texto (preto e cinza), erros na ortografia (era pra ser bananas, mas ficou bacanas) e formatação do texto, mas nada que estrague a experiência, só sou chato.

Por fim, gostei muito da autora começar com uma sugestão de playlist, inclusive com link para o Spotify (mas preferi a minha própria playlist - Maroon 5, Bruno Mars, Coldplay e outras baladinhas, inclusive Offspring).

A autora, JU Lund, é gaúcha de Pelotas, Técnica em Turismo e Hotelaria e graduanda em Artes Visuais. Também é autora do romance Doce Vampira.

O livro está disponível na Amazon. 

Lambidas para vocês!🐾

Nenhum comentário:

Postar um comentário